Arquivo mensal: setembro 2008

Diferenças entre o comércio virtual e o tradicional

O comércio virtual e o tradicional são bastante diferentes. Vou listar algumas diferenças:

Pontos Positivos do Comércio Eletrônico
–    Não precisa ter uma atendente bonita na frente da loja;
–    A “loja” pode funcionar no quartinho dos fundos, se tiver que alugar uma sala, com certeza é muuuito mais barato;
–    A loja funciona 24 horas por dia;
–    O risco de roubo é menor;
–    Não é necessário fazer um alto investimento com gôndolas, prateleiras, balcão, caixa, mostruários e etc. Essas coisas são muito caras;
–    A preocupação com decoração da loja, vazamentos no banheiro, produtos empoeirados etc é muito menor;
–    O seu mercado é o mundo, você não precisa só atender aos clientes do seu bairro ou cidade;
–    Não vai entrar ninguém em sua loja oferecendo segurança, salgados, vendendo publicidade em catálogos mais volumosos que a bíblia e etc;
–    Terá poucos problemas com fiscalização da prefeitura reclamando do tamanho do seu toldo ou do tamanho da publicidade da loja. No meu caso nunca entrou ninguém lá, apenas chegou uma taxa de fiscalização;
–    Não tem horário de pico, dá para distribuir melhor as tarefas do pessoal.

Pontos Positivos do Comércio Tradicional
–    Não é necessário embalar os produtos um a um em plástico bolha e depois acomodar em uma caixa para ser despachado;
–    Clientes não têm dúvida com prazo de entrega, tamanho dos produtos, medo de pagar e não receber. Eles simplesmente colocam os produtos em um cesto e passam no caixa. Isso é mágico;
–    Você consegue fazer cross-selling de maneira muito mais simples, uma cliente entrou na loja para fazer uma compra de R$ 300,00 e saiu com R$ 1.600,00 em produtos;
–    Não é necessário ter uma política de devoluções ou logística reversa. Os clientes colocam os produtos no cesto, passam no caixa, pagam e vão embora.
–    A taxa de retorno é muito maior, enquanto no site a taxa é de 0,6%.  É isso mesmo, menos de um por cento dos usuários que visitam o site efetivam a compra, na loja física a taxa salta para 60%. Este é o número que tivemos até agora, vale ressaltar que o ticket médio na Internet é maior;
–    As pessoas passam na frente da loja, entram e compram. Na Internet isso não existe, ou alguém indica ou o seu site, ou ele é encontrado por algum buscador;
–    Atendimento mais simples. Na Internet, pelo menos no Brasil, as pessoas têm necessidade de entrar em contato, fazer perguntas para só ai ganhar confiança em fazer a compra;

Resumindo

O comércio eletrônico e o tradicional são complementares e o melhor dos dois mundos é estar nos dois. Mas é importante ter em mente de que são coisas diferentes, pense que esta abrindo um negócio distinto, e é verdade. Faça seu plano de negócios, consulte o Sebrae, enfim, mãos a obra.

Fonte Locaweb

SPTV WebDesign

Para quem perdeu a matéria que um tempo atrás passou na globo ai esta ela de novo!

como oferecer um site para o cliente?

Primeiramente vamos levar em conta coisas importantíssimas que é o seu custo para o projeto.

Vamos falar de coisas úteis mesmo, por exemplo o tempo estimado do projeto, vamos supor que você leva duas semanas para concluir o projeto,, (isso já vai implica em um custo de energia), dentro dessas duas semanas você terá que ir 4 vezes ao seu cliente (de carro ou ônibus) isso também sairá do seu bolso.

Se você for de carro terá alem da gasolina talvez que para em um estacionamento, se for muito longe de sua casa terá que parar para almoçar ou alguma coisa para comer, é fato no caminho você sempre toma ou come alguma coisinha. E todos esses gastos sairão do seu bolso primeiro.

Então vamos contabilizar lembrando que o projeto dura 2 semanas ou 14 dias.

Sua conta de luz do mês é de 200 reais então vc vai ficar 2 semanas trabalhando, é bom já inserir seu gasto com a energia

R$ 100,00

 

Você também precisará visitar seu cliente vamos supor que vc vai 4 vezes 2 vezes em cada semana, para cada ida vc gasta 20 reais de condução (pouco) ida e volta aprox 8 litros de galosina

Nessas 4 idas vc já gastou só com transporte R$ 80,00

Mas neste local que você vai ter que pagar estacionamento, ao valor do período de R$ 10,00 (quem mora em SP sabe como é) então mais 40 reais nos 4 dias.

Porem você precisava comer alguma coisa no caminho, ou fez uma parada quis comprar alguma coisa, se formos contar um cafezinho e um lanche em cada dia um gasto aprox de 5 reais temos mais 20 reais no total.

Até aqui já temos um gasto de:
R$ 100,00 da energia
R$ 80,00 de transporte
R$ 40,00 de estacionamento
R$ 20,00 de gastos extras
Total R$ 240,00 só de gasto, vc acha ainda que vale a pena cobrar R$ 500 reais por um site??

 

E tem um outro fator agravante que ainda não foi contabilizado.

Você paga aluguel? Depende disso para viver?

Então vamos continuar pegue o mês do seu aluguel exemplo de R$ 600,00 divida pelos dias no nosso caso 2 semanas e temos R$ 300,00

E temos um custo de R$ 240,00 de gastos mais R$ 300,00 de aluguel

Vc teria que cobrar no mínimo R$540,00 pelo seu site, se não vc esta perdendo dinheiro, e vc vai fazendo isso com outros gastos, por exemplo se vc tem um carro financiado de R$ 300,00 por mês, se vc vai ficar duas semanas trabalhando vamos colocar então R$ 150,00 pelo carro, e seu custo já sobe para R$ 690,00

E ae ainda acha que vale a pena pedir 800 reais em um site? Temos que valorizar o que nos fazemos e levantar os reias custos dos nossos projetos para não pagar para trabalhar.

Claro que se você mora com seus pais ou não tem carro seu custo vai ser bem menos, mas não é preciso também cobrar 300 ou 500 reais por um site, o trabalho e a dor de cabeça que pode dar é muito mais prejudicial para a sua saúde, eu mesmo por causa de cliente já fui para o hospital rsrsr.

Continuando então se vc tem um custo de R$ 690,00 para o site, cobre no mínimo o dobro disso e um pouco mais R$ 1.400,00  vc pode facilita o pagamento em 2 ateh 4 vezes no máximo, mas não esqueça nunca de cobrar,e enquanto todo o pagamento for feito nuca entregue os dados do domínio ou os códigos fonte de criação, tenha também o cpf ou o cnpj da empresa, pois se dividirem pagarem a primeira e sumirem vc pode fazer alguma coisa.

Bom é mais ou menos isso espero que vocês tenham gostado.

Um grande abraço Tiago.

Brasil bate recorde em tempo de navegação e número de internautas

De acordo com dados divulgados pelo Ibope/NetRatings, o período de julho – influenciado pelas férias escolares – rendeu dois recordes à Internet brasileira. O País registrou, no mês passado, o maior volume de internautas residenciais (23,7 milhões de pessoas) e maior tempo médio de navegação (24 horas e 54 minutos por pessoa).

Quanto ao número de internautas residenciais, que eram 18,5 milhões no mesmo período de 2007, houve um crescimento de 28%, ao todo 3,5% maior que o apurado em junho deste ano. O internauta brasileiro também ficou 1 hora e 42 minutos a mais on-line do que em junho, em média, registrando o maior patamar alcançado desde o início da pesquisa, em setembro de 2000.

Segundo a metodologia do Ibope, o brasileiro é quem mais tempo fica na rede. Os países que mais se aproximaram desse recorde são Alemanha (21 horas e 6 minutos), Estados Unidos (20 horas e 50 minutos), França (20 horas e 17 minutos) e Japão (19 horas e 21 minutos).

Fonte: Coletiva.net

E-commerce cresce 35% ao ano no Brasil

O e-commerce tem atingido níveis de crescimento anual em torno de 35% no Brasil, informa um white paper produzido pela Ikeda em parceria com a assessoria de comunicação ViaNews. Conforme o material, no ano passado foram transacionados R$ 6,2 bilhões em compras no comércio eletrônico do País, número que três anos atrás ficava em R$ 1,7 bilhão.

A média de compras em 2007 ficou em R$ 302, sendo o Natal a época mais rentável, com média de R$ 308 por aquisição e faturamento total de R$ 1,081 bilhão – um sexto de tudo vendido no ano.

As cinco categorias de produtos que mais registraram compras no ano passado foram, respectivamente, livros e assinaturas de revistas e jornais; informática, eletrônicos, saúde/beleza e telefonia celular.

Já o número de internautas residenciais ativos no País em janeiro de 2008 ficou em 21,1 milhões. Na comparação com janeiro do ano passado, quando o universo foi de 14 milhões de pessoas, o incremento alcança os 50%.

Também em 2007, o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro cresceu 5,4% em relação ao ano anterior, o que elevou o consumo das famílias em 6,5% e aumentou a massa salarial em 3,6%. Tudo isso impulsionou o e-commerce, segundo a Ikeda.

Fonte: Baguete

Flash vídeo aula – Variáveis aula 1 basico

Nesta aula iremos começar a conhecer as variáveis do flash, e isso nos ajudará a criar um pequeno jogo em flash e realizar um projeto bem legal junto aos leitores.

Muito obrigado pessoal, muito obrigado Tiago Capatto.

Iphone de Graça!! Marketing viral!

A Universidade IBTA está fazendo uma promoção para ganhar um IPhone de graça, clique no link e dê uma olhada, basta se cadastrar no site, qualquer dúvida me mande um e-mail, a promoção é simples, quanto mais indicar ou mais pessoas fizerem o curso você ganha, mas tem que se cadastrar no site, vc tem um ranking.

Envie o link abaixo para todos os seus amigos para participar, antes de mais nada, isto não é um vírus, podem ficar tranquilos.

http://www.ibta.com.br/ganheumiphone/index.php?ind=1822a0e15888e2b5a1001b14f62391e9

Também é um ótimo recurso pra testa flash mobile. será??

Web Marketing – Google, Adwords, Vendas, Produtos, E-mail Mkt

Olá pessoal, boa noite.

Dezenas de pessoas ai tem me perguntado sobre email marketing, formas de anúncio na internet, como fazer a marca crescer, algumas pessoas estão procurando muito sobre esse asunto, venho aqui então informar que estarei a partir de hoje desenvolvendo um site exclusivo do assunto, posso até pensar em alguem treinamento para quem estiver aqui na região do abc, ja estou conversando com amigos.

A idéia eh fazer um portal para auxiliar as empresas com soluções especiais de marketing, focada em cada uma das necessidades da empresa.

Em breve estarei postando mais detalhes. Mas a minha intenção com o site é acabar com todos os problemas de marketing das empresas e afastar o medo de ter um site, cansei de ver empresas que criam o site, pagam o web ddesigner e não cosneguem nada, (geralmente empresas pequenas) e esquecem de investir na publicidade, e nisso que é importante estarmos focando, o sucesso do seu cliente, junto com você, eu memso ja cometi esse erro no passado, mas agora quero partilhar essa nova forma de trabalhar com internet, pensando não só em fazer um site para o seu cliente, mas em faze-lo prosperar, e você junto com ele. Pensar como uma campanha para o cliente e não simplesmente um site, ver os canais de atuação o publico, mas pensando em um retorno rápido do conhecimento da marca no mundo da web.

Se você quer me perguntar alguma coisa a respeito mande um e-mail para tiago.capatto@gmail.com

Muito obrigado Tiago Capatto!