Arquivos do Blog

10 lições que um vendedor precisa saber!

Antes de você sair por ai seguindo estas 10 lições que irei passar, tenha em mente que você deve conhecer os seus limites, saber quem você é realmente, qual é o seu objetivo de vida, aonde deseja chegar com todo o conhecimento que você adquiriu no decorrer de sua maravilhosa trajetória. A maior motivação que você deve ter para começar uma vida de sucesso e dar valor e amor para sua vida, por estar vivo e consciente de suas obrigações e objetivos.

Aproveitem estas dicas e tenha sucesso na suas vendas!

1. Seja Original
Seja inovador, utilize sua criatividade para marcar o cliente de forma sutil e encantadora. Atente-se aos detalhes, pois deles você pode tirar as maiores respostas sobre você e seus clientes.

2. Tenha Credibilidade
Seja sempre honesto, mas não só com o seu cliente, mas sim com você mesmo. Ter credibilidade não é apenas fantasiar uma verdade, mas sim mostrar quanto valor tem o seu caráter e palavra. Quando prometer algo, cumpra!

3. Seja honesto
Como digo no item acima ser honesto, parte do principio que você tem que ser verdadeiro consigo mesmo. Saber seus limites, saber quem realmente é esta imagem que se olha no espelho todos os dias. Partindo disto o seu cliente sentirá no seu olhar o quanto ele pode confiar em você. A honestidade não se prova, mas, sim, se sente.

4. Acredite
Primeiramente acredite em você! Acredite que você pode fazer a diferença, que você nasceu para isso, não siga os tolos que dizem “esta profissão não tem nada a ver com você meu amigo, procure outra coisa melhor”. Somente você sabe o que é melhor para sua vida e sucesso, você que irá definir! E claro não se esqueça de conhecer profundamente o que está vendendo, pois somente assim você irá acreditar no serviço ou produto que vende.

5. Conheça o que está vendendo
Conhecer o que esta vendendo não deveria ser nem uma lição e sim uma obrigação. Como você vai criar abordagens seguras de vendas se você não conhece o que está vendendo. Pesquise, pergunte, leia, corra atrás da história da sua empresa e de seus serviços ou produtos.

6. Conheça seu cliente
Conhecer nosso cliente é como conhecer nosso relacionamento com uma pessoa que amamos. Você tem que saber quais são os limites do seu cliente, o que ele realmente gosta, qual o horário ele está mais disposto para te receber. Saiba e tenha o nome dele sempre na ponta da língua e cuidado para não errar na hora de escrever o nome, isso pode acabar com sua venda, pois mostrará que não há nenhum respeito real entre você e ele.

7. Entenda as necessidades do cliente
Tira de sua cabeça que vendedor bom é aquele que vende geladeira para esquimó. O verdadeiro vendedor vai buscar quais são as reais necessidades do seu cliente e no caso do esquimó talvez fosse melhor vender um fogão a lenha ou um sistema de cobertor elétrico que funcione a bateria, pois você tem que identificar que, dentro de um iglu, pode não haver energia elétrica.

8. Trate bem seu cliente
Tratar bem seu cliente é garantir fidelidade dele por muito tempo, quem não gosta de ser tratado bem? 
É simples, se eu te dou um tapa, você me volta um tapa, se eu te dou um abraço você me devolve um sorriso e um abraço.

9. Antecipe-se
Procure saber qual é a melhor hora do dia para encontrar seu cliente e claro saber identificar também se ele está disposto ou não a te receber. Se for um cliente novo analise o seu empreendimento saiba exatamente se seu produto ou serviço vai realmente atender as necessidades dele. E nunca pressuponha que ele pode ou não gostar do que está vendendo, lembre-se você não é vidente!

10. Saiba ouvir
Vá pela natureza humana, Deus nos deu uma boca e DOIS ouvidos, ou seja, Escute mais, Pergunte mais e Fale pouco. Com esta última dica você poderá fazer uma sondagem mais aberta com o seu cliente e dar mar margens para uma sondagem mais fechada.

Lembre-se o sucesso esta em suas mãos. 
Fonte: Alexandre Stella | http://www.goodae.com.br

Cliente insatisfeito custa mais caro

Estamos tão acostumados com a velocidade com que tudo acontece ao nosso redor que não nos detemos para analisar cada mudança que ocorre em nosso mundo pessoal e profissional.
Algumas empresas que num passado recente pareciam fadadas ao sucesso, hoje não existem mais enquanto outras do mesmo setor deslancharam e ultrapassaram suas metas.

O nivelamento da qualidade dos produtos e de seus preços faz com que o principal diferencial responsável pelo sucesso comercial seja o atendimento dado ao cliente em todo o processo de venda: desde a simples consulta telefônica ou presencial até o período pós venda. Em cada fase deste processo existem verdadeiras “fotografias” que o cliente faz de nossa empresa, influenciando em sua decisão de continuar ou não a ser nosso cliente ou pior ainda, que faça boas ou más referencias de nossos serviços. 

Existem estudos que comprovam que um cliente satisfeito faz um marketing positivo para aproximadamente 4 pessoas enquanto um insatisfeito faz um marketing negativo para no mínimo 11 pessoas. Se em nossa operação existir ao menos uma fase que não atenda as expectativas do cliente, seu juízo de valor a nosso respeito irá proporcionar uma divulgação negativa de nossa atuação afastando clientes em uma escala geométrica.

A substituição pura e simples dos colaboradores, além de ser um processo caro e traumático resolve o problema paliativamente, mas o mal se repetirá se outras ações não forem tomadas. Para corrigir o marketing negativo já existente serão necessários altos investimentos que em muitas vezes são incapazes de reverter o quadro, portanto não podemos deixar que o problema se instale, sendo necessária a aplicação constante de métodos profiláticos.

Uma sugestão é a atenção redobrada na contratação dos colaboradores, somente colocando-o em campo após um sólido treinamento e principalmente que cada novo colaborador esteja alinhado e confortável com o planejamento estratégico da empresa, pois fora disto estaremos operando para o sucesso de nossa concorrência.

Fonte: http://www.administradores.com.br/

Conhecendo seu mercado

Agora que você já conhece bem o que vc faz, o seu publico e o que você deve oferecer, chega a hora de você conhecer bem todo o seu mercado.

Para que você tenha sempre um domínio sobre o que vc vai vender.

Você precisa saber bem sobre seus concorrentes, se você esta começando e é muito pequeno, normal como a maioria dos outros, tente saber e sempre ficar ligado nas novidades que podem ser usadas, como por exemplo novas tecnologias. E claro com muita credibilidade sobre seu trabalho e assim terá muito respeito.

Se seus clientes te respeitarem e te ver como uma pessoa que vai sanar todos os seus problemas eles vão quere saber e argumentar com você sobre o que você vai oferecer em relação a um concorrente, e se sua credibilidade for boa e você passar confiança, com certeza você vai fechar uma venda, ou um projeto.

Mas atenção, não quer dizer que se você conhecer seus concorrentes vc vai conhecer o mercado, por exemplo se você trabalha com criação de site, o seu cliente pode estar interessado também na criação de um logo ou de um folder, e você poderá ajudá-lo nisso Tb, e não deixar para outra empresa.

Se você se demonstrar que entende totalmente sobre o mercado eles vão te dar grande credibilidade para confiar na sua palavra e fechar a venda.

como oferecer um site para o cliente?

Primeiramente vamos levar em conta coisas importantíssimas que é o seu custo para o projeto.

Vamos falar de coisas úteis mesmo, por exemplo o tempo estimado do projeto, vamos supor que você leva duas semanas para concluir o projeto,, (isso já vai implica em um custo de energia), dentro dessas duas semanas você terá que ir 4 vezes ao seu cliente (de carro ou ônibus) isso também sairá do seu bolso.

Se você for de carro terá alem da gasolina talvez que para em um estacionamento, se for muito longe de sua casa terá que parar para almoçar ou alguma coisa para comer, é fato no caminho você sempre toma ou come alguma coisinha. E todos esses gastos sairão do seu bolso primeiro.

Então vamos contabilizar lembrando que o projeto dura 2 semanas ou 14 dias.

Sua conta de luz do mês é de 200 reais então vc vai ficar 2 semanas trabalhando, é bom já inserir seu gasto com a energia

R$ 100,00

 

Você também precisará visitar seu cliente vamos supor que vc vai 4 vezes 2 vezes em cada semana, para cada ida vc gasta 20 reais de condução (pouco) ida e volta aprox 8 litros de galosina

Nessas 4 idas vc já gastou só com transporte R$ 80,00

Mas neste local que você vai ter que pagar estacionamento, ao valor do período de R$ 10,00 (quem mora em SP sabe como é) então mais 40 reais nos 4 dias.

Porem você precisava comer alguma coisa no caminho, ou fez uma parada quis comprar alguma coisa, se formos contar um cafezinho e um lanche em cada dia um gasto aprox de 5 reais temos mais 20 reais no total.

Até aqui já temos um gasto de:
R$ 100,00 da energia
R$ 80,00 de transporte
R$ 40,00 de estacionamento
R$ 20,00 de gastos extras
Total R$ 240,00 só de gasto, vc acha ainda que vale a pena cobrar R$ 500 reais por um site??

 

E tem um outro fator agravante que ainda não foi contabilizado.

Você paga aluguel? Depende disso para viver?

Então vamos continuar pegue o mês do seu aluguel exemplo de R$ 600,00 divida pelos dias no nosso caso 2 semanas e temos R$ 300,00

E temos um custo de R$ 240,00 de gastos mais R$ 300,00 de aluguel

Vc teria que cobrar no mínimo R$540,00 pelo seu site, se não vc esta perdendo dinheiro, e vc vai fazendo isso com outros gastos, por exemplo se vc tem um carro financiado de R$ 300,00 por mês, se vc vai ficar duas semanas trabalhando vamos colocar então R$ 150,00 pelo carro, e seu custo já sobe para R$ 690,00

E ae ainda acha que vale a pena pedir 800 reais em um site? Temos que valorizar o que nos fazemos e levantar os reias custos dos nossos projetos para não pagar para trabalhar.

Claro que se você mora com seus pais ou não tem carro seu custo vai ser bem menos, mas não é preciso também cobrar 300 ou 500 reais por um site, o trabalho e a dor de cabeça que pode dar é muito mais prejudicial para a sua saúde, eu mesmo por causa de cliente já fui para o hospital rsrsr.

Continuando então se vc tem um custo de R$ 690,00 para o site, cobre no mínimo o dobro disso e um pouco mais R$ 1.400,00  vc pode facilita o pagamento em 2 ateh 4 vezes no máximo, mas não esqueça nunca de cobrar,e enquanto todo o pagamento for feito nuca entregue os dados do domínio ou os códigos fonte de criação, tenha também o cpf ou o cnpj da empresa, pois se dividirem pagarem a primeira e sumirem vc pode fazer alguma coisa.

Bom é mais ou menos isso espero que vocês tenham gostado.

Um grande abraço Tiago.

Conheça seus serviços

Dificilmente você conseguirá um cliente com uma coisa que você não sabe fazer ou que não esteja junto ao seu pacote de serviços que você faz, ou desenvolve.

E é muito importante conhecer profundamente o que você vai fazer ou desenvolver para o seu cliente, e também conhecer bem o que você vai oferecer como serviço aos seus clientes, como a hospedagem, ou as aplicações do site, o sistema, todo o suporte que você pode oferecer.

Muitas vezes nossa competitividade em relação aos concorrentes  esta nos serviços que oferecemos,  alias principalmente nisso e não no site em si, pois site muita gente faz, e um serviço eficiente não!

As vezes um preço mais caro por um serviço melhor é o que o cliente escolhe. É um bom diferencial.

Você precisa até mesmo um serviço que surpreenda o seu cliente com a qualidade do atendimento e da prestação do serviço.

As vezes um serviço que você oferece para o cliente pode ser mais importante do que o próprio site ou o serviço que vai desenvolver, não da pra entender direito, cada cliente é muito diferente um do outro.

Um exemplo bem legal e diferente é que uma empresa pode oferecer um serviço de montagem de divisórias em uma empresa, mas essa montagem é feita de madrugada, para você pode parecer besteira, mas para o seu cliente é um grande diferencial.

Bom são só alguns detalhes por hoje, breve mais informações  abraço a Todos.

4 – Conheça seu trabalho

Óbvio  de mais, e é, mas muitas vezes encontramos muitas empresas, profissionais e vendedores que não conhecem a fundo o que esta sendo vendido ou ao serviço apresentado.

Todos os clientes estão hoje em dia estão muito bem informados, cada vez mais eles buscam informações e as coisas ficam muito mais fáceis e auto construtivas atualmente, é muito fácil com editores prontos de sites qualquer um com pouco conhecimento fazer um site.

Um exemplo bem legal são pessoas que querem compara um carro, quantas vezes eles pesquisam e procuram por carros?  Sem contar que eles as vezes saibam até mais informações técnicas sobre o carro,  ou como vendedores de informática quando atendem a clientes que entendem de informática.

Se seu cliente sabe mais de sites do que você, como você pode oferecer algo e ter credibilidade com ele?

Por isso é necessário que você domine tudo sobre o seu serviço, produto. As informações técnicas, passos, etapas, tempo, prazos, etc.

Um coisa muito interessante é você focar nos benefícios que o cliente vai ter contratando os seus serviços, as vezes o cliente está procurando não alguém que saiba mas alguém que o trate bem, parece estranho mais é.

Saiba sempre o que você vende ou oferece.
É até parecido com um ator, se você entra em cena e não sabe o texto com certeza você ficará nervoso, ansioso e sem saber o que fazer, e isso é altamente prejudicial, agora se você tem o texto na ponta da língua é muito mais fácil. Portanto Amigos e amigas, conheçam bem o que vocês tem a oferecer.

3 – Ame o que faz, ame sua empresa!

Você não pode ser convincente se você oferecer um produto ou um serviço no qual não acredita.

Quanto mais você se orgulhar disso, do que você representa ou da empresa que você trabalha mais brilho você terá, mais vibrante será a sua fala, mais impolgante e mais emoção mais credibilidade vocÊ vai passar para o seu cliente.

É fato que muitas vezes trabalhamos alem da conta, ficamos casado e ao invés de trabalhar por prazer trabalhamos por necessidade, se para você parecer dificiul parecer de trabalhar por prazer, se não consegue amar o que você faz é melhor buscar o que gosta, pois um profissional que ama o que faz eh muito mais reconhecido e recompensado.

Para que vocÊ cresça na sua profissão com seu trabalho ou com sua agência fique muito comprometido ame isso, é fundamental para seu sucesso junto com os clientes.

É fundamental também vocÊ ter domino sobre tudo o que você vai oferecer ao seu cliente, como um vendedor mesmo, saber sobre a hospedage, os planos, como funciona o registro, o dominio, prazos, tudo para satisfaze-lo, você precisa saber que o cliente tem que achar soluções em você e não dar mais problemas para ele.

Quando conhecemos melhor o que temos a oferecer melhor podemos passar aos seus clientes e melhor saber e ter dominio sobre o que oferece.

Orgulhe-se do que faz!

2 – Ame seus clientes!

Os boms designers sempre adoram os seus clientes, de toda a forma, a ser ele o único na sua vida. rs
e os melhores designer não ficam reclamando de ter clientes chatos, pois pense que são os clientes que pagam seu salário, não seu chefe.
Saiba vender, convercer, e empolgar o seu cliente, saiba gostar de relacionamento pessoal e social, seja agradável, estar com seus clientes para você é um prazer! pense nisso, você pode ateh falar algumas frases de vendas do tipo “nada me deixa mais feliz que meu cliente feliz!”.
Crie até uma intimidade com seus clientes, esteja sempre próximo, trate os clientes de forma diferenciada, tente se adaptar a cad um. (nós veremos disso mais a frente.)
Mas para boa dicas, trate eles sempre pelo nome, conheça muito as suas necessidades, e vá nisso o mais fundo que eles permitirem, esteja semrpe ao lado!
Ame os seus clientes e tenha orgulho dos seus trabalhos!